Peritagem / Desmontagem

Peritagem Preliminar

A peritagem ou análise de problemas com os cilindros hidráulicos a serem recuperados, inicia-se já no recebimento dos mesmos em nossa expedição.

Neste primeiro contato com as peças, já é possível fazer uma vistoria preliminar a olho nú antes de proceder a desmontagem. Nesta perícia inicial já se pode caracterizar os seguintes problemas nos cilindros hidráulicos:

. Olhais quebrados ou trincados

. Camisas trincadas ou quebradas

. Hastes dobradas

     

. Hastes Quebradas

. Mangueiras rachadas

. Cabeçote guia amaçado na parte externa

. Pintura danificada

Após esta perícia preliminar procede-se a desmontagem, mais antes os cilindros hidráulicos passam por uma lavagem para desengordurar os mesmos.

Desmontagem

Para continuar a perícia complementar procede-se a desmontagem dos cilindros hidráulicos da seguinte forma:  

. Coloca-se o cilindro hidráulico na bancada / torquímetro e procede-se a desmontagem conforme fotos abaixo:

      
      

. Puxa-se o cabeçote guia do cilindro para fora do tubo e drena  o fluido hidráulico remanescente do tubo (camisa).

. Em seguida, puxa-se a haste para fora do cilindro hidráulico usando cordas de elevação, se necessário.


 . Coloca-se a haste em blocos especialmente preparados impedindo a haste de rolar para longe (blocos de madeira, madeira em forma de prisma ou blocos com suporte macio, rotativo, sem poluição).

     

     

. Se necessário, remove-se o dispositivo de bloqueio entre o olhal do cilindro e a haste e usa-se uma chave de boca na região “pega-chave”. Colocase uma cinta de içamento em torno do olhal do cilindro de modo que ele seja pego ao soltar da haste. Em seguida girasse a haste usando a chave até que o olhal do cilindro solte da haste.

. Aperta-se as cintas de içamento no cabeçote do cilindro e o empurrasse lentamente para fora da haste (se estiver difícil para empurrar o cabeçote do cilindro na haste, devemos girar a haste lentamente).

. Remove-se as vedações e limpasse o cabeçote do cilindro com cuidado usando um agente de lubrificação (dos resíduos de cola antigos, partículas de poeira, etc.). Também limpasse a haste cuidadosamente, pois qualquer partícula de sujeira pode danificar a vedação durante a montagem. Não pode-se esquecer de limpar a rosca da haste, olhais do cilindro e a tampa de proteção.

   


Peritagem Complementar

Tendo desmontado os componentes do cilindro hidráulico, procede-se a perícia complementar para apurar quais dos componentes estão em bom estado para reutilização, e quais irão precisar de reforma, ou até da fabricação de novos componentes.

Feita esta análise pode se encontrar ou não os seguintes defeitos nos componentes do cilindro hidráulico :

. A camisa está em bom estado na parte externa, mais precisa de brunimento  na parte interna.

Verifica-se da seguinte forma, conforme fotos abaixo:

      

 Se a folga diametral entre camisa e êmbolo estiver dentro do padrão aceitável pela vedação a ser utilizada, ainda é possível fazer o brunimento. Isto é verificado fazendo a medição do diâmetro interno da camisa com o SÚBITO (comparador de diâmetro interno) e a medição do diâmetro externo do êmbolo com o MICRÔMETRO.

Agora se a folga diametral entre camisa e êmbolo estiver fora  do padrão aceitável pela vedação a ser utilizada,  podemos resolver esse problema das seguintes maneiras:

- Fabricação de uma nova camisa (a ser brunida também)

- Fabricação de um novo êmbolo ( vedações devem ser substituídas)

. Uma outra situação que pode ser verificada já de pronto a desmontagem, é que a camisa está trincada ou riscada ou tem pouca rugosidade, e os sulcos hachurados na forma de um X tem pouca profundidade, e não conseguem reter uma película de lubrificante para diminuir o atrito entre camisa e êmbolo, como é mostrado na foto abaixo:

      

 Nesta situação se faz necessária a operação de brunimento, ou dependendo da profundidade dos riscos e imperfeições pode ser preciso fabricar outra camisa.

. O êmbolo já está amassado na hora da desmontagem, como mostrado na foto abaixo :

 

Nesta situação se faz necessário a fabricação de um novo êmbolo e a troca das vedações.

. Haste danificada (Riscos e Desgastes) conforme foto abaixo :

Quando a fissuras e marcas de desgates nas hastes isto pode danificar a vedação dos componentes internos, ocasionando vazamento e consequentemente baixa vida útil de seu equipamento. Caso isso ocorra, o cilindro deverá ser desmontado e a haste deverá ter a camada de cromo removida, uma nova camada de cromo deverá ser reposta e suas vedações substituídas.

   

Para resolver qualquer problema de manutenção corretiva em cilindros hidráulicos de qualquer tipo, a JD Hidráulica conta com uma equipe experiente e qualificada, que vai atender a necessidade do cliente com rapidez e qualidade.

 
 
 
 
  
(19) 2537-2910
(19) 9-8153-4382 Dimas
(19) 9-9934-1308 Junior  
Rua Ataulfo Alves, 300
B. Higienópolis
Piracicaba - SP

   
 
© Copyright - 2020
Perfil Studio